terça-feira, 11 de novembro de 2014

à mercê

Junho, escreva de próprio punho
Descreva todas as parábolas
que recaem em você
Junho, fique bem juntinho
Mas não faça burburinho
para que o silêncio fique à mercê

Um comentário:

  1. Você terá que publicar essa gracinha aí de cima novamente em junho...

    ResponderExcluir