segunda-feira, 8 de novembro de 2010

eterno retorno

Pra te ver sorrir
 
caço pipas e estrelas

onde caiam, só pra vê-las...

pra te ver sorrir


Pra te ver sorrir

cato ripas de madeira

queimo o frio na fogueira...

pra te ver sorrir


Pra te ver sorrir

calço nuvens bem macias

percebendo que dormias...

pra te ver sorrir


Pra te ver sorrir

calo tudo que não seja

ternura e gentileza...

pra te ver sorrir


Pra te ver sorrir

caibo em tua fantasia

faço amor e poesia...

pra te ver sorrir
 
 
ps: ei-la novamente, leia, novamente.

8 comentários:

  1. O que não fazemos só pra ver o ser amado feliz né?
    Boa semana querido, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ah, o amor! Sempre nos levando por seus mistérios.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  3. Sem ele (o amor), não há vida, né?
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Li e reli
    Pra te ver sorrir!

    Estendo aqui um grande abraço, postei uma musica muito lida que dedico aos amigos, quando puderes passa lá e deguste: RICAmizade

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Recebo e retribuo o abraço, MariAne.

    ResponderExcluir
  6. Valeu ter relido, lindo, sorrisos sempre são bem vindos!

    beijo!

    ResponderExcluir
  7. Valeu ler vc novamente, aqui, Pat. Beijo.

    ResponderExcluir