segunda-feira, 8 de novembro de 2010

grão

Te liguei para dizer coisas amenas,
erroneamente pequenas,
que caibam no coração.

Tomara que passe a tempestade
e persista a vontade
de irrigar esse verão.

Não importa o quanto doa,
nem que tudo seja à toa...
o verdadeiro sonho é vão.

4 comentários:

  1. Oi
    saudade de ler seus poemas , tomara que possa voltar sempre rs
    que as sementes dos grãos frutifiquem
    abraços

    ResponderExcluir