segunda-feira, 25 de junho de 2012

seja lá como for

Quero que nossas almas corram lado a lado
Que elas sintam o sabor da nova relva

Quero que ouças o que sinto, quando eu estiver calado
Que o amor seja o rei, como o leão na selva

Quero sorrisos matreiros em nossas mãos
Que nossas bocas catem o tato bom do amor

Quero sonhos superlativos e irmãos
Que a gente sempre se encontre, seja lá como for



8 comentários:

  1. Simplesmente lindo este querer..

    beijo meu

    ResponderExcluir
  2. O eterno querer que nunca nos abandona, quando sem receita nos inspira o modo de fazer, o que não se sabe, mas no inconsciente de cada um de nós se encontra, porque é uma lâmpada que se ascende a cada momento quando perto estamos
    da realização...

    Precisava está mais presente,
    mas a hora que comigo não se importa
    me leva de jeito bom e fico a fazer perguntas, mas ela nada responde, então me deixo ir
    a espera do primeiro instante quando me sinto gente...

    Feliz semana Helcio

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  3. seja lá como for, desde que seja feliz...=P

    ResponderExcluir
  4. Afinal, Alice, como disse Vinícius, a vida é a arte do encontro, apesar de tanto desencontro pela vida.

    ResponderExcluir
  5. Feliz semana, poetisa Livinha. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Hélcio amigo poeta, manobra esses quereres com maestria,
    Como diz Caetano Veloso em Quereres:

    " ... E onde queres dinheiro, sou paixão
    Onde queres descanso, sou desejo
    E onde sou só desejo, queres não
    E onde não queres nada, nada falta
    E onde voas bem alto, eu sou o chão
    E onde pisas o chão, minha alma salta
    E ganha liberdade na amplidão
    Ah bruta flor do querer "

    Música é poesia em movimento...

    ResponderExcluir
  7. "Música é poesia em movimento"
    Perfeito, Nathalia.

    ResponderExcluir