domingo, 26 de agosto de 2012

pétalas

Abra suas pétalas
Esteja certa de que não irei espetá-las
Quero despertá-las

Espreitá-las até colhê-las
Depois de lê-las, devorá-las

4 comentários:

  1. Helcio

    Venho sempre aqui na tentativa de aprender a brincar com as palavras da forma como você faz. Tenho impressão que é tão natural e espontâneo para você escrever estes poemetos!

    Lindo!

    Um abraço

    ResponderExcluir