domingo, 9 de maio de 2010

Lua cheia

"Nesta vida (e , creio, em nenhuma outra), não há lugar para meias verdades, para sentimentos pela metade, olhares fracionados, intenções
despedaçadas, amores em pedaços.

Se a Lua é crescente, se sentamos no meio-fio, se calçamos a meia, até mesmo se damos meia volta, ainda assim, é porque estamos inteiros,
íntegros, completamente fascinados pelo encanto da existência, vista de baixo ou de cima, por todos os lados, poros, aos pares.

Portanto, é imprescindível decidir que vida se deseja viver"

7 comentários:

  1. "Lua crescente, Lua(na) adolescente..."
    Fases, descobertas...
    Trilhas, chegadas e partidas...
    Certezas?? De que a vida é para ser vivida!!

    ResponderExcluir
  2. Lua(na) crescente, ascendente...!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Quero a vida repleta de flores, de cantos , de mar e sol, cheirando a jasmim perto do porto que me levará ao mundo dos sonhos.

    ResponderExcluir
  4. Que os anjos digam amém, Cecília.

    ResponderExcluir
  5. "Portanto, é imprescindível decidir que vida se deseja viver"

    Me diz, qual é a vida que tu desejas?

    ResponderExcluir