terça-feira, 17 de agosto de 2010

uma temática

Folha murcha
é adubo
Papel passado
é documento
Serenidade
é fé ao cubo
Eternidade
é um momento

Pintar o sete
é travessura
Deitar o oito
é infinito
Endurecer,
mas com ternura
O mar afoito
é tão bonito

8 comentários:

  1. ...Endurecer,
    mas com ternura...
    isso faz bemmmm(rsrsrs)
    Bjks doce no ♥.

    ResponderExcluir
  2. Helcio querido...adorei... incrível sua capacidade de transmitir tanto em poucas palavras... fico impressionada com seu talento... amei estes versos em especial..."Serenidade é fé ao cubo ... Eternidade é um momento"... lindo demais...
    Beijinhos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  3. "Ai de endurecer, pero sem perder la ternura."
    Che Guevara

    ResponderExcluir
  4. Exatamente, Suzana. Lições do Ernesto.

    ResponderExcluir
  5. Linda inspiração a tua hoje Helcio, fez-me bem lêr-te aqui...
    Visto que em mim, as palavras se fazem reclusas.
    Um sopro no teu vento, que faz a vida em movimento.

    ResponderExcluir
  6. Liberdade às tuas palavras, Mariane.

    ResponderExcluir