quinta-feira, 29 de julho de 2010

carta ao espelho

Leite derramado
que escorre na rua,
sob a lágrima
que seu olho sua

Amor esquecido
debaixo da porta,
ao lado da notícia
que a chuva recorta

Diante da imagem
que o espelho não gosta,
escreve a ti mesma
e espera a resposta.

13 comentários:

  1. Nussaaaaaaaaaaa!!!
    Essa foi pra arrebentar a boca
    do balão.
    Olhai as tuas atitudes pra ver o que
    é bom.
    Depois saias por aí a observar os passos alheios
    e pensa se podes julgar.

    Dcara viu meu amigo!
    (assim entendi)

    Saudade de tu
    de pensamentos tão forte e profundo.

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo reiterado afeto, Livinha.

    ResponderExcluir
  3. Fascinantes seus versos amigo...adorei...
    Tenha um ótima noite...
    Beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  4. Passando pra desejar MARAVILHOSO fds,com bjks doce no ♥.

    ResponderExcluir
  5. Parabens pelas poucas palavras ditas
    e ter passado tanto sentimento!

    >)bju

    ResponderExcluir
  6. Carta ao espelho, gostei do titulo! bonito poema!

    ResponderExcluir
  7. escreves como poucos e raros...
    adorei...

    ResponderExcluir
  8. Perfeita poesia!

    A realidade de muitos.

    Beijo meu

    ResponderExcluir
  9. Obrigado pelo comentário carinhoso, Fátima. Beijo.

    ResponderExcluir