terça-feira, 13 de julho de 2010

confesso que vivi

Já chorei
Já sofri
Jacaré,
eu já vi

Já fui rei
Fui saci
Jaca, né,
já comi

Já casei
Grande amor,
eu vivi
Bom te ver,
bem- te- vi

Te esquecer?
Esqueci
Ao escrever,
revivi

16 comentários:

  1. Comentário mais que perfeito, Lídia, pois escrevi cantando uma provável melodia.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Hélcio:
    De cara, muita sonoridade, bacana mesmo!
    abraços,
    Tania

    ResponderExcluir
  3. Viver, prato do dia. Saborosíssimo!

    ResponderExcluir
  4. Adoro poemas em quadras. E admiro essa sua capacidade de fazê-las em trissílabos. Em redondilha menor, já me apertam os calos da inspiração os pentassílabos. Sou muita esparramada, para não dizer prolíxa...

    Parabéns pelo blog, tem poemas lindos!

    ResponderExcluir
  5. Helcio!
    Depois de um dia puxado como hoje e uma noite chuvosa como essa... Você não sabe como faz bem vir até aqui e ler esse poema seu! Pouco entendo de música ou poesia, mas tenho que concordar que ficou realmente musical e delicioso de ler!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Sua sensibilidade diz o contrário, Michelle. Vc sabe muito de poesia e de música, pois as sente e admira, o que atesta a claridade da sua alma.
    Obrigado pelo carinho. Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Moço, você está impossível!!!! 7 poemas em um mesmo dia?!!!

    Cada um mais incrível que o outro, você brincou, ousou, criou de uma forma diferente!

    Parabéns!!! (Exibido!!!!) rsrssr

    beijão grande

    ResponderExcluir
  8. Garota, foram, apenas, seis.
    Obrigado pelo carinho tão gostoso.
    Beijo grande!!

    ResponderExcluir
  9. Adooorei, mto legal :)
    Parabéns

    ResponderExcluir