quinta-feira, 8 de julho de 2010

mu dança

Musicar conforme a dança,
ir com poucas,
não com as outras,
ser Quixote e Sancho Pança

Intolerância e abandono,
lágrimas que ninguém vê.

A esperança não tem dono,
se entrega a quem nela crê.

11 comentários:

  1. "E aqueles que foram vistos dançando
    foram julgados insanos por aqueles
    que não podiam escutar a musica."

    Nietzsche

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Beijo, Nirma e obrigado por trazer a sabedoria do grande filósofo.

    ResponderExcluir
  3. Meu querido, obrigada pelas palavras de carinho no meu blog viu!!
    Mas é qua ando assim: Colocando as coisas pra fora, sem me importar muito com nada.

    S-I(Intensa)-l-V-I-A é assim!!

    A esperança não tem dono, se entrega a quem nela crê!

    The answer, my friend is blowing in the wind...".


    Né?

    Beijo/abraço/afago/carinho/!

    ResponderExcluir
  4. sou refém das palavras que me tocam...

    ResponderExcluir
  5. As palavras estarão à sua espera, Sobre Pele.

    ResponderExcluir
  6. Mu dança, dança muda, balança, encanta, avança.

    ResponderExcluir
  7. É verdade... a esperaça não tem dono. Basta acreditar nela.
    Gostaria muito de conseguir isso de forma definitiva...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. O que é definitivo nesta vida, Lua?

    ResponderExcluir
  9. Sigo como aprendiz
    Em cada beijo e com cada cicatriz
    De tanto que tropeço
    Já sei como cair
    Mas, sem ela a esperança, jamais saberia disso.
    Beijos, beijos, beijos poeta

    ResponderExcluir