quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

gosto a gosto

Gosto de pessoas de palavra,
de emoções que chegam a esmo,
eu gosto mesmo!
Gosto de falar a verdade,
de ficar à vontade,
de me espreguiçar
Gosto de abraço apertado,
de um braço, ao lado,
que eu possa pegar
Gosto de amar sem alarde,
de ficar até tarde
enfeitando você
Gosto de velas na mesa
e de Santa Teresa,
bem melhor que tevê
Gosto dos barcos dormindo
das manhãs de domingo
e não sei nem por que




10 comentários:

  1. Olá, Hélcio
    Temos em comum a nossa Teresa... Bom demais!!!
    Os versos são bem bonitos e melodiosos...
    Abraços fraternos e de paz.

    ResponderExcluir
  2. rsrsrsrs, tão gostoso de ler.. lindo....

    ResponderExcluir
  3. Muito bom este gostar. A vida fica leve...

    ResponderExcluir
  4. Meu querido voce sabe gostar de tudo o que é bom na vida... lindo seu modo de por em versos o que voce gosta...beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  5. Gosto, inclusive, de fazer poesia, Valeria!

    ResponderExcluir
  6. Essa é a recompensa maior do poeta, Soninha!

    ResponderExcluir