sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

o beijo da vida

Uma jovem britânica deu
o primeiro beijo
em um rapaz e...morreu!
Nos lábios dele ficou  o
toque,  na memória, o choque.
Uma carícia definitiva, irretocável.
Algo ficou suspenso no ar, alguma
coisa naquele beijo é eterna, como
os sonhos juvenis.
O jovem sobrevivente, claro, outros
lábios irá beijar e os beijos posteriores
talvez tenham um sabor diferente, lembrando
de tudo que a gente espera que não termine,
mesmo que acabe, ao começar.
Foi o beijo da vida que, ao tocar no coração dele,
fez o dela descansar.

10 comentários:

  1. Ah, lindo, deu até vontade de beijar!!! Mas, claro sem descansar!

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Senti-me num colo, sendo ninada...

    ResponderExcluir
  3. Talvez ela tenha vivido só para beija-lo.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  4. Um beijo assim, repentino e ainda mais o primeiro se torna único, grandioso e inesquecível. O sentir, o toque, o calor, sensações que despertam consequências que se tornam eternas, cada beijo é único, sublime, uma vez que cada pessoa também é única.E são essas singularidades que fazem cada momento que foi permeado por um beijo: significativo e raro.
    Abraços!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Se o beijo arrebatou-lhe a vida
    A vida bastou-lhe o beijo
    Guarda o momento mais puro
    inocuo de qualquer acusação...

    ResponderExcluir