sexta-feira, 18 de junho de 2010

amor por inteiro

Teu ar de menina,
com fita no cabelo,
tira meu sono

Teu afago me nina,
flores nascem, no espelho,
em pleno outono

Não precisa temer,

que eu te faço tremer,
de outra maneira


Quando a alma doer
e o amor não vier
na forma primeira

Não precisa sofrer
nem mais nada  dizer

te amarei, num abraço,
a noite inteira

28 comentários:

  1. Que lindo!

    Mas... Ainda existe amor por inteiro?

    ResponderExcluir
  2. Renata,
    acredito inteiramente nele, é o que me faz seguir!!

    ResponderExcluir
  3. Somos metade do nosso próprio inteiro
    E de afetos nos transbordamos de nós mesmos
    Quando inteiros se encontram!!!Que prazer...quanta alegria!!!
    Beijos , beijos , beijos

    ResponderExcluir
  4. Lindas palavras, Bruxa!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Ah, existe sim... amor por inteiro, amor da cabeça aos pés... que domina a alma e cada pensamento... que tira o fôlego, descontrola o corpo, e acende o olhar...
    Mas você, meu querido HM, ama profundamente o próprio amor...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  6. A menina faceira, também é mulher.
    Faz parte da vida, este momento juvenil.
    O amor encantado, deve ser encontrado.
    Basta olhar para a emoção.
    Encarar a paixão.
    Que transborda em seu coração.

    Beijo!
    Nirma Regina

    ResponderExcluir
  7. Lua Nova,
    é assim que se ama, é assim que se chama , é assim que a chama do aor acontece, da cabeça aos pés, é real e de viés, acende a gente.
    Amo o amor que há em mim, que há em ti, amo viver de amor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Isso é poetar, mais que comentar.
    Beijo, Nirma!

    ResponderExcluir
  9. Meu meigo poeta...
    Quantos sonhos deixamos...de perder...por nunca tentar?

    Beijo!
    Nirma Regina

    ResponderExcluir
  10. Quantos sonhos...deixamos de sonhar.
    Beijo, Nirma.

    ResponderExcluir
  11. Obrigado, OutrosEncantos.
    Beijo encantado.

    ResponderExcluir
  12. Que bonito é acreditar nos próprios sonhos ainda que muitos não acreditem.
    Os maiores poetas escrevem em rimas e este é teu maior valor poeta.
    Obrigada pelo carinho de tua presença e seja bem vindo.

    conheça meu novo trabalho.

    www.essenciadeumamulher.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Obrigado, Cristal...suas palavras carinhosas me estimulam a prosseguir acariciando as idéias.

    ResponderExcluir
  14. Muita emoção aí e aqui.
    Docemente lindo.
    Emocionou-me!

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Lindo, obrigada por emocionar, obrigada por nos fazer sonhar, obrigada pela palavra bem(n)dita.

    Quanto entro neste recanto só posso agradecer a existência de um poeta que eternece.

    beijos côsmicos

    ResponderExcluir
  16. Cósmicos abraços, amiga das estrelas, que nos faz brilhar!!

    ResponderExcluir
  17. Bendita a emoção, Angélica.
    Beijo!!

    ResponderExcluir
  18. Serei repetitiva dizendo que achei lindo, mas é minha sinceridade.
    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Olá!! Vim agradecer a sua visita e as suas palavras (gentis palavras)e ... me deparei com um poeta! Grata surpresa...
    Não vou mentir: não li tudo. Mas, o que eu vi eu gostei. Senti uma forma direta e simples e despretensiosa nos seus versos e isso me agrada.Um beijo e até breve!

    ResponderExcluir
  20. Que poesia terna e linda!
    Dá gosto entrar num blog e ler algo tão encantador!

    ADOREI!

    Beijos com meu carinho e admiração

    ResponderExcluir
  21. Sofrimento como escolha. Ia discordar, mas pensei melhor. A gente escolhe até o acaso. Bonitas palavras.

    ResponderExcluir
  22. Emili, vc jamais será repetitiva.
    Repito: volte sempre!!

    ResponderExcluir
  23. Até breve, Marina!!
    Obrigado pelo carinho do comentário.

    ResponderExcluir
  24. Vanessa, mas jamais...por acaso.
    Obrigado pelas palavras carinhosas.

    ResponderExcluir
  25. Tatiana,
    a admiração é recíproca.
    Beijos com sabor de manhãs de sábado.

    ResponderExcluir