segunda-feira, 14 de junho de 2010

o céu da tua boca

Minha jangada vai sair pro mar...
pois amanheci ao meu lado
e beijei a boca da paz.

Minha jangada vai sair pro mar...
pois beijei a paz do meu lado
e voei no céu da boca da manhã.

14 comentários:

  1. Ah que maravilhoso acordarmos com nós mesmo engafinhados na paz ... nossa momento sublime e raro apara corações que se sujeitam a todo tempo por amor!!! Bom dia querido, agradeço tuas palavras tão generosas e amigas, amigo? claro já és meu querido amigo e gostoso por poder contar!!! Um beijo bem no seu coração!

    ResponderExcluir
  2. Suas palavras troxeram ainda mais paz ao meu coração, Lua. Amigos, sim, pelas sementes de poesia que plantamos e estamos colhendo.
    Outro beijo.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde queridoo, agradecendo tua visitinha
    e volto mais vezes pra deliciar-me com seus belos textos...

    seguindoo

    beijoo meu'

    ResponderExcluir
  4. Beijo, Sienna!!
    Também estarei muitas vezes em seu espaço poético.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, super querido!!

    Ahhhh, lendo algo assim tão leve, não teve como eu me lembrar do Dorival Caymmi (Sabes o quanto amo essa familia):

    Minha jangada vai sair pro mar
    Vou trabalhar, meu bem querer
    Se Deus quiser quando eu voltar do mar
    Um peixe bom eu vou trazer

    Meus companheiros também vão voltar
    E a Deus do céu vamos agradecer

    Adeus, adeus
    Pescador não se esqueça de mim
    Vou rezar pra ter bom tempo, meu bem
    Pra não ter tempo ruim
    Vou fazer sua caminha macia
    Perfumada com alecrim


    Um abraço, um beijo no olho (No direito hj rs), e uma tarde com cheiro de alecrim!!

    Dessa sua amiga, que te gosta um absurdooo (Como se te conhecesse de longa data)!!!!

    ResponderExcluir
  6. Sil, Caymmi foi um mestre da arte malemolente, da ginga de versos tão simples, quanto belos.
    Alecrim para a sua tarde e beijo no olho esquerdo rs

    ResponderExcluir
  7. A paz invadiu o meu coração...ao ler suas palavras.Beijo

    ResponderExcluir
  8. Bruxa,
    seu beijo tocou a minha paz, suas palavras acariciaram o meu coração.

    ResponderExcluir
  9. A paz só existe dentro de nós... do lado de fora é ausência de conflitos.
    A paz é um beijo manso nos lábios, um carinho nos cabelos, ao som de um blue, num fim de tarde...
    A paz é ler teus poemas e sentir as palavras...
    Beijos, HM

    ResponderExcluir
  10. Uma das mais tocantes definições de paz que já li.
    Beijos em paz, Lua Nova!!

    ResponderExcluir
  11. Sabor inesquecíel, não é, Walkyria? Inaugural, aceso, incólume, disponível!!

    ResponderExcluir
  12. Minha jangada vai sair pro mar...
    pois amanheci ao lado de um belo rapaz...

    E ai eu pergunto, cadê a paz que estava ao meu lado? Voou, pro céu de manhã, fiquei com água na boca.

    O vôo da paz é único, geralmente, nas manhãs de abril e maio, em céu azul de brigadeiro!

    beijo!

    ResponderExcluir
  13. A paz continua lá, continua aí, ao seu lado, por ora, as manhãs frias de junho.
    Beijo fátuo!

    ResponderExcluir