quinta-feira, 24 de junho de 2010

teoria da dádiva

Nós falamos o dialeto da paixão.
Brincamos com os números, somos lúdicos, a meninice está em nós, 
no jeito de achar graça do que passaria desapercebido a olhos "adultos", 
treinados para não ver.
Nossa arquitetura  é leve, futurista, lança-se no espaço que ainda está sendo construído,
Já temos memória, a partir de tantas histórias a contar, alegrias para cantar, no almoço e no jantar.
Sei lá se são meses, dias, lembranças que transgridem a normalidade, a obviedade, a mesmice, para espreguiçar-se no quarto das surpresas, no quarto crescente, em 1/4 de 4 eternidades.
Brindemos, redesenhando a felicidade, feita de dedicação, criação e serenidade.
Parabéns para você, para mim, para os  tantos que há em nós (sonhos, desejos, tântricas esperanças).
Envio beijos ao vinho, sublimes, subliminares, superestelares.

14 comentários:

  1. Tim, Tim pra você também!!!

    Brindemos sim, a vida, a nós, o eterno recomeço, o nascer de novo a cada instante. Felicidade, palavra tão feliz desenhada com lápis colorido.

    Temos que brincar sim, inaugurar e reinagurar todas as manhãs pelo simples bom dia do raio de sol.

    grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Hoje é dia de brindar!
    De comemorar o nosso renascer para a vida.
    Descobertas das nossas qualidades,
    deixar revelado o lado bom oculto pela dor,
    e viver finalmente, a mais louca história de amor.

    Um brinde a nós, a vida e a noite,
    que ainda é uma criança carente.
    na certeza de que somos mais do que mostramos,
    do dia somos frutos, de Deus a aposta.
    É a certeza de que somos mais do que dizemos,
    Somos o fruto maduro, pronto para ser feliz!

    Eu acredito em nós!

    Paulo Roberto Gaefke (Adaptado pela Sil rs)

    Um brinde ao que fomos, ao que seremos, as apostas que fazemos.

    Muito bonito seu texto Helcio querido (Pra variar), e eu acho que temos que brindar tudo que a vida nos oferece.
    Que os olhos adultos treinados para não ver, simplesmente vejam.

    Um monte de abraços, numa caixa entregue a laços!!!

    ResponderExcluir
  3. Tim, tim à vida , ávida vida!!
    Beijo, Patrícia!

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito em nós!!
    Laços de abraços, Sil!!

    ResponderExcluir
  5. Um brinde a todos, o agradecimento e um brinde a DEUS por nos ter dado a vida.

    Belo texto e muito profundo.

    Abraços e ótimo São João.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Furtado!
    Festeje o São João!!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. "Brindemos, redesenhando a felicidade"...
    TIM TIM.

    KIsses
    Thaty
    Pedaços do Cotidiano

    ResponderExcluir
  8. Olhos curiosos, alma inquieta... Descobrir sempre mais, e nunca dar-se por satisfeito com as respostas.

    Tão bom!!!

    Beijo pra ti, Helcio.

    ResponderExcluir
  9. A inspiração da vontade é a expiração da verdade!

    Você encontra-se leve e solto!

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. E a piração dos sentidos, Nirma!!
    Bj.

    ResponderExcluir
  11. ... "a piração dos sentidos"...! É esta pura espontaneidade que me encanta em ti. O despretenciosismo, a verdade sem medos, a linguagem de uma mente livre. Não fácil de entender para a maioria das pessoas.

    "Já temos memória, a partir de tantas histórias a contar, alegrias para cantar, no almoço e no jantar."
    "Sei lá se são meses, dias, lembranças que transgridem a normalidade, a obviedade, a mesmice, para espreguiçar-se no quarto das surpresas, no quarto crescente, em 1/4 de 4 eternidades"

    A simplicidade das coisas que aprecias, as pequenas coisas da vida, são sempre as mais saborosas e que nos fazem mais felizes.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Beijos, Encantos Outros, não poucos!

    ResponderExcluir