quarta-feira, 16 de junho de 2010

(c)alma

Quero amar sem amarras
extrair da alma algazarras
e te saber de cor

Quero amar como amaras
sem trair a calma que sonharas
para te amar melhor

18 comentários:

  1. Que lindooo!!!
    Receber um desses deve fazer a gente flutuar e se sentir num sonho... com príncipe e tudo... rsrsrsr
    Teus comentários enriquecem meu blog e me fazem muito bem... obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Amar é a própria liberdade, se nos aprisionamos, é por escolha, simples assim.

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Lua Nova, comentarei sempre, para que vc esteja sempre bem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Amar sem amarras, sem marras, Canto da Boca.
    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir
  5. Um dia, eu tbm quero amar sem amarras!!
    (Ao menos eu vou tentar heheheh)

    Meu queridoooooooooo, um abraço forte, forte, forteeeeeee de ouvir as batidas do coração.
    Sem cerimônia alguma!!!


    PS: Num mundo como o de hoje, onde as pessoas mal se olha nos olhos, se cumprimenta, é meio individualista, eu tenho o maior orgulho de dizer a algumas pessoas, isso que vou dizer a voce:
    Obrigada por existir!!!
    Eu disse já que te adoro né?
    Então tá!

    ResponderExcluir
  6. Nem tanta calma que acabe em tédio, rs.

    Obrigada, sempre fico orgulhosa quando dizem que meu Divã faz bem.

    Sim, estudo psicanálise, sou apaixonada por ela.

    Fazes psicologia? Bacana.

    Belas palavras, as suas.

    Abraço,
    Vanessa

    ResponderExcluir
  7. Sil, o coração também bate sem amarras e sem marras.
    E a minha poesia se amarra em vc rs
    Então tá!!!

    ResponderExcluir
  8. Bomba H, as almas dos que amam...clamam

    ResponderExcluir
  9. Vanessa, isso foi exatamente o que respondi, quando me foi dito: preciso de calma, de três letrinhas: p a z.
    Acontece que, no amor, além de paz, é preciso zap (neologismo que significa antídoto contra o tédio rsrs)
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  10. só o título já é ótimo.
    parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Obrigado, Ana!!
    Volte sempre...

    ResponderExcluir
  12. Obrigada pelos comentários sempre coerentes e sinceros!
    Gostei muito do blog....
    Amar sem amarras?
    Mas, o amor não prende?


    bjos

    ResponderExcluir
  13. Lia,
    também, gostei muito do seu espaço poético.

    Há uma canção assim: "...pra eu ser dela me soltou, pra eu ser livre me prendeu..."

    Beijos fátuos!

    ResponderExcluir
  14. Ahhh esse amor eu tb quero heim ... é um amor realmente preocupado com o amor do outro ... puro respeito e carinho ... sempre esquecemos do outro quando o amamos, pois na verdade estamos amando a nós mesmos!!! beijo no coração!!

    ResponderExcluir
  15. Queremos, Lua!!
    Beijo no seu!!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Vim retribuir a visita e gostei muito do teu espaço. Já sou tua seguidora também. :)
    Quanto ao amor, ele não existe com amarras...
    Um beijo, Ana Casanova.

    ResponderExcluir
  17. Ana, nem os barcos suportam âncoras, pois foram feitos para...amar o mar!!
    Beijo e espero encontrar seus ccomentários muitas outras vezes.

    ResponderExcluir